Corinthians e Vasco vão se enfrentar neste domingo, em São Paulo, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Essa situação fez muitos torcedores lembrarem da temporada de 2007, quando o Timão acabou derrota por 1 a 0 no Pacaembu, justamente na 37ª rodada.

Na desafio seguinte, os corintianos empataram por 1 a 1 com o Grêmio, no Estádio Olímpico, e o rebaixamento à Série B foi confirmado.

Dessa vez, na Neo Química Arena, a partir das 16 horas, o confronto é crucial para o time carioca, que precisa desesperadamente dos três pontos para evitar o quarto descenso em sua história.

Apesar das coincidências, o Corinthians, ou apenas seus torcedores, já podem considerar que “deram o troco” nos cruzmaltinos, afinal, em 2015, o Alvinegro Paulista arrancou um empate por 1 a 1 em São Januário pela 34ª rodada daquele Brasileirão.

O resultado, além de ter confirmado o Corinthians como campeão, deixou o Vasco em situação tão difícil que os compromissos seguintes, frente a Joinville (fora), Santos (casa) e Coritiba (fora), foram insuficientes para evitar o rebaixamento.

E não para por aí. Talvez, nenhum outro clube faça tanto os vascaínos sofrerem como o Corinthians. Já são 19 jogos de invencibilidade da equipe do Parque São Jorge. Neste período, o Timão venceu 12 vezes e empatou outras sete.

Nem mesmo em São Januário o Vasco tem conseguido se impor diante do Corinthians. Nos últimos seis encontros, nenhuma vitória dos mandantes. Nessa temporada, pelo primeiro turno do Brasileirão, o Corinthians venceu por 2 a 1, com direito a gol nos acréscimos.

No retrospecto geral, o Corinthians também leva vantagem: são 52 triunfos, 35 empates e 35 derrotas. Ou seja, o número de vitórias vascaínas sequer supera o número de empates.

Deixe seu comentário

Conteúdo retirado do site: Gazeta Esportiva